Apple publica guia sobre a segurança do Face ID

O reconhecimento facial da Apple irá chegar ao mercado em Novembro com o lançamento do iPhone X. Depois da empresa ter sido alvo de muitas críticas após a “falha” em direto na apresentação dos novos dispositivos, surgiu uma explicação para o sucedido. Talvez para salvaguardar a sua parte e garantir que aquilo que aconteceu em palco foi mesmo aquilo que era suposto acontecer, a Apple achou por bem lançar um manual/guia de utilização do Face ID.

Apple publica guia sobre a segurança do Face ID

O Face ID é ultra preciso, o sistema de identificação da face desenvolvido pela Apple utiliza a tecnologia TrueDepth para uma precisão extremamente aprimorada que efetua um reconhecimento em vários pontos da face do utilizador. Isto significa que mesmo que o proprietário do dispositivo mude a sua aparência, por exemplo deixar crescer a barba, ou até mesmo a utilização de óculos vai permitir que a sua identidade seja reconhecida.

Só para terem uma noção do conteúdo do documento, aqui ficam algumas das circunstâcnias em que o Face ID não irá funcionar e será solicitado o código de segurança.

  • Caso o dispositivo não seja desbloqueado à mais de 48 horas;
  • Se o dispositivo for reiniciado;
  • Se o código de segurnaça não for utilizado em 156 horas, o que perfaz seis dias e meio, o mesmo irá ser solicitado;
  • Se o dispositivo for bloqueado remotamente;
  • Após 5 tentativas de falhadas de não reconhecer a face de quem o está a tentar desbloquear;
  • Após um desbloqueio de emergência/SOS.

Para mais informações podem fazer o download ou vizualizar o documento oficial da Apple aqui.

Fonte: O FUTURO É MAC