Apple bloqueou a instalação do Linux nos seus novos computadores com o chip T2

Foi no final do mês passado que a Apple deu a conhecer as suas mais recentes novidades no campo dos computadores. Em particular o MacBook Pro e o Mac Mini foram as estrelas deste evento. Uma das novidades é a presença do chip de segurança T2, que garante uma proteção ainda maior.

O problema é que este chip T2 esta a bloquear a instalação do Linux nestas máquinas novas.

Apple Mac Mini T2 Linux

O chip T2 foi desenhado para garantir uma segurança completa nos novos Macs, impedindo o acesso ao disco de arranque e garantindo a criação de uma zona segura para o arranque do sistema operativo.

Para o garantir, a Apple bloqueou o arranque de sistemas operativos que não o seu, tudo assentando no arranque seguro, que se certifica de que apenas é carregado um sistema operativo legítimo e de confiança durante o arranque.

Ora é precisamente o arranque seguro que parece estar a trazer problemas que antes não existiam nos Mac Mini, que sempre foram usados para a instalação do Linux como o seu sistema operativo base.

Apple Mac Mini T2 Linux

A Apple parece ter criado uma exceção com o Windows 10, mas impõe que este seja instalado não diretamente nos discos destes computadores, mas sim através do Boot Camp.

Para se defender desta posição, a Apple argumenta que um dos certificados da Microsoft, usado também para validar a UEFI de outros sistemas operativo, não apresenta confiança e por isso não foi incluído.

As primeiras informações que existem dão como certo que o arranque seguro pode ser desligado, eliminando assim as validações de arranque do chip T2. O processo aparentemente não é simples de realizar, mas qualquer utilizador o pode fazer, na área de Recuperação do macOS.

Apple Mac Mini T2 Linux

Outras informações existentes revelam que, mesmo com o arranque seguro, o chip T2 continua a avaliar o arranque do sistema operativo e a impedir a instalação e utilização do Linux.

É estranha esta posição da Apple, uma vez que uma grande maioria dos Mac Mini que são vendidos são colocados em centro de dados a correr Linux nas suas muitas distribuições.

Até agora esta limitação não existia, mas com o T2, tudo parece ter sido alterado e agora é impossível correr o Linux nestas máquinas.

Fonte: pplware

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.