Recorde todas as novidades que a Apple apresentou ontem na sua Keynote

O evento de ontem da Apple foi, como seria esperado, rico em novidades. Depois de tudo o que a Apple já tinha mostrado com os novos iPhones, era a vez de conhecer as restantes novidades que a empresa criou para as suas restantes áreas de hardware. Como sempre, esta é uma área muito interessante e a Apple investiu forte em melhorar as suas ofertas, renovando-as totalmente e apresentando novos conceitos.

Vamos recordar todas as novidades que a Apple apresentou ontem na sua Keynote.

Macbook Air Apple evento

O foco desta Keynote foi virado para duas máquinas que há já algum tempo necessitavam de uma renovação. A Apple teve isto em conta e tratou de as melhorar. Para além disso, e como é normal, também o iPad teve uma atenção especial e foi também renovado.

O MacBook Air foi totalmente renovado

A primeira novidade a ser apresentada e a subir ao palco foi a completa renovação do MacBook Air. Este computador portátil da Apple há já vários anos que aguardava a sua vez de ser renovado e a Apple voltou a acertar em cheio.

O novo MacBook Air é, como se esperava, mais fino, mais leve e conta com uma superfície ainda maior no que toca ao ecrã, que agora é Retina. A sua medida aumentou e tem agora uma área útil de 13,3 polegadas, fruto de ter sido removida a sua moldura.

Também o teclado foi melhorado e usa agora o que está presente no modelo maior, o MacBook Pro. No campo do hardware há mudanças e este foi atualizado.

Conta agora com os mais recentes processadores de 8ª geração da Intel, de 2 núcleos, com até 1,5TB de armazenamento SSD e até 16GB de RAM.

Um fator importante, a bateria, não foi esquecida e esta foi melhorada, garantindo agora 12 horas de navegação web e 13 horas de reprodução de vídeo.

Os novos McBook Air podem ser já encomendados, sendo as primeiras unidades entregues já no próximo dia 7 de novembro.

O novo MacBook Air tem como configuração base um core i5, 8GB, 128GB de armazenamento e custará 1.379 euros.

O Mac Mini é agora uma máquina completamente nova

Outra máquina que necessitava de uma reciclagem e renovação era o Mac Mini. Este computador é a máquina ideal para quem procura um computador de secretária com as dimensões mínimas e que tem dentro de si os melhores componentes.

A Apple deu continuidade a este conceito, mas atualizou o Mac Mini para ter o mais recente hardware, ao mesmo tempo que lhe deu uma nova imagem, mantendo sempre as suas linhas tradicionais.

No campo dos processadores, a Apple abraçou a 8ª geração dos processadores da Intel, tendo agora 4 núcleos. Há também propostas que podem ter processadores que comportam 6 núcleos.

O novo Mac mini inclui suporte para memória que pode ir até 64 GB de RAM, e cada modelo possui armazenamento flash com até 2 TB de espaço.

A Apple incluiu também um novo chip de segurança T2 no novo Mac mini. Este chip de segurança garante a proteção dos dados e é a primeira barreira contra os atacantes.

Esta nova máquina é até cinco vezes mais rápido em termos poder de computação (comparativamente ao modelo anterior), com gráficos 60% mais rápidos. Ao nível da conectividade podemos encontrar quatro portas Thunderbolt 3, duas portas USB-A, HDMI, áudio e Ethernet (incluindo uma opção de 10 Gbps).

O novo Mac mini da Apple estará disponível no dia 7 de novembro por 919 euros. O modelo base vem com um processador quad-core Intel Core i3, 8GB de RAM e 128GB de armazenamento SSD

 

O iPad Pro foi também melhorado em vários áreas

Para o fim ficou a estrela da companhia, o novo iPad Pro. Esta é provavelmente a maior renovação do iPad, estreando muitas novas tecnologias que a Apple tem apresentado nos seus iPhones.

A primeira mudança e a mais radical é, sem qualquer dúvida, a mudança da interface de ligação, que agora é uma porta USB-C. A Apple revela que ao fazer esta mudança, está a abrir a porta a muitos mais periféricos e a muitas mais possibilidades.

Há ainda a novidade de um novo processador. O A12X Bionic tem um CPU de 8 núcleos e GPU de 7 núcleos. Isso origina um desempenho de núcleo único 35% mais rápido e um salto para 90% mais rápido para tarefas multi-núcleo.

Como há também alterações no próprio design, com o quase desaparecimento da moldura, o iPad Pro apresenta-se agora nos tamanhos de 11 e 12,9 polegadas. O Apple Pencil foi também alterada e pode agora carregar de forma wireless quando, magneticamente, se cola ao iPad.

As mudanças vão mais longe e a Apple terminou com o botão Home no iPad, confiando agora para autenticação no Face ID, que está agora disponível neste tablet.

O novo iPad Pro começa a ser vendido já e será entregue a partir do dia 7 de novembro. O modelo base, o iPad Pro 11″ 64GB custará 909 euros e o iPad mais completo e de topo, o iPad Pro 12,9″ 1TB terá um preços de 1950 euros.

Uma última surpresa, o iOS 12.1

Para terminar o dia, a Apple reservou uma última surpresa. O já esperado iOS 12.1 apareceu, com um conjunto de novidade que eram já devidos pela Apple aos utilizadores. Falamos de algumas funcionalidades apresentadas antes e que finalmente estão agora nas mãos dos utilizadores.

Falamos do suporte no iOS para 2 SIM, sendo que o novo é o e-SIM. Há ainda o tão esperado suporte para chamadas de grupo no FaceTime. O suporte vai até 32 utilizadores em simultâneo.

Contámos ainda com novas versões do WatchOS, do tvOS e do macOS, todos com muitas novidades para os equipamentos onde correm.

Fonte: pplware

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.