Apple quer aplicações a funcionar no macOS e iOS já em 2018

Com a existência de sistemas operativos móveis e de desktop criou-se um fosso grande entre a oferta de aplicações para estes sistemas. Os programadores têm de criar versões próprias das suas app para cada um deles, com interfaces e até com código muitas vezes distinto. A Apple quer acabar com esta distinção e prepara-se para, no próximo ano, criar uma ponte entre estes sistemas que permita aos programadores desenvolverem apps que correm tanto no iOS como no macOS.

Apple iOS macOS

Há já algum tempo que se fala que a Apple poderia criar uma forma de unificar os seus sistemas operativos. A maioria apostava numa aproximação entre plataformas, não apenas a nível estético, mas também nos próprios núcleos destes sistemas.

Aparentemente, e segundo indicações internas da empresa, essa proximidade será passada para as apps e não para o sistema operativo. Um relatório interno dá conta da vontade de criar uma forma de permitir aos programadores criarem apenas uma versão das suas aplicações, que depois funcionaria tanto no iOS como no macOS e adaptada aos diferentes tamanhos de ecrã existentes.

Este projeto, de nome Marzipan, está a ser desenvolvido com um grande grau de secretismo dentro da Apple, havendo planos para que demore vários anos a ser terminado, esperando a empresa ter já novidades em 2018. A fonte revelou também que este projeto pode ver os seus objetivos alterados ou simplesmente ser parado, sem qualquer continuação.

Apple iOS macOS

A Apple estará a guardar esta novidade já para as próximas versões 12 do iOS e 10.14 do macOS. Estas vão ser conhecidas no WWDC e lançadas mais tarde no ano de 2018. Não se sabe ainda se as lojas de apps vão ser mantidas em separado ou se vão ser fundidas num futuro próximo.

Claro que este não é o primeiro esforço feito para que um projeto deste tipo avance. A Microsoft, com o Windows 10, deu vários passos neste sentido e tem, hoje em dia, uma loja de apps que serve para as várias plataformas onde este SO está presente. Também a Google fez esta aproximação com o Android e o Chrome OS, com as apps do primeiro a poderem ser usadas no segundo.

Resta saber se a Apple vai mesmo avançar com esta fusão e de que forma o vai fazer. Para os programadores será um passo importante pois passam a focar-se apenas numa linguagem de programação e conseguem abstrair-se de grande parte da criação da interface.

Fonte

Fonte: pplware

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.