Apple TV vs Apps de TV das operadoras: o que compensa?

Será que este gadget da Apple compara bem com as ofertas das operadoras (NOS, NOWO, Vodafone e MEO) no que toca a Apps de TV? O comparador online ComparaJá.pt analisou todas as vertentes destes produtos e aconselha, com base nas suas potencialidades, qual é que se deve adquirir.

Vejamos.

Aplicação NOS TV

A grande funcionalidade da App NOS TV centra-se no facto de permitir levar a TV para todo o lado. Ou seja, permite ver no smartphone/tablet/PC canais de TV (100 fora de casa e 120 dentro de casa) sem consumir internet.

Outra característica desta aplicação é o seu acesso ao Videoclube (que, na verdade, já tem acesso simplesmente ao ser cliente NOS) e a possibilidade de alugar ou comprar filmes através daqui. Também permite o acesso ao NPlay que funciona como uma espécie de Netflix da NOS (e que, como ponto negativo, tem o facto de ter séries que – por vezes – não são novidade).

Pode aceder a este serviço quem for cliente UMA, Iris, NOS Indie e Satélite com internet. Para isso é preciso, claro, de adquirir um pacote NOS. E mais, é possível ter-se, em simultâneo, até 4 sessões ativas (se for dentro de casa) ou 2 sessões (se for no exterior).

Aplicação NOWO TV

As características desta App da NOWO são, de certa forma, bastante semelhantes às da sua “homóloga” da NOS. A grande vantagem também passa por poder levar, para todo o lado, os canais que adquire com o pacote desta operadora. Também permite, através de várias plataformas (smartphone, tablet ou computador) aceder ao videoclube da operadora.

Além disso, a aplicação cria um perfil com base nas preferências do utilizador e faz sugestões de novos conteúdos com base nas mesmas.

Aplicação MEO Go

Esta aplicação de acesso à TV da MEO também permite, à semelhança daquelas que têm vindo a ser apresentadas, ver TV em várias plataformas. É possível, segundo informação apresentada pela própria operadora aceder a “mais de 120 canais, incluindo canais em alta definição e canais/serviços premium como Disney on Demand, Machinima, Karaoke e Campo Pequeno”. Em suma: é possível ver TV em direto, em qualquer momento e em qualquer lugar.

Existe, também, a possibilidade de ter acesso ao videoclube da MEO através da aplicação o que permitirá alugar filmes e séries para os ver no tablet, smartphone ou computador. Também permite, como alternativa, fazer download dos mesmos e vê-los no PC sem precisar de aceder à internet para o efeito. A gravação de programas permite guardar programas, séries ou filmes para ver mais tarde numa outra plataforma, se assim o preferir.

Aplicação Vodafone TV

As funcionalidades desta aplicação da Vodafone (que pode ser contratada por quem se torne cliente desta operadora) são várias. Entre elas estão a possibilidade de ver mais de 80 canais em direto (ainda assim menos do que as Apps de TV das operadoras concorrentes). Além disto, é possível subscrever pacotes de filmes e séries exclusivos da operadora, assim como aceder ao catálogo de filmes do Videoclube para poder ver os filmes quando e onde quiser.

Importa referir que, para além do mais, esta operadora oferece mais três serviços: Netflix, Studo (app gratuita, exclusiva na Tv da Vodafone, que desafia as suas crianças a resolver exercícios de matemática, para desbloquear o acesso aos seus canais favoritos) e Live on TV (permite filmar em direto pelo smartphone e ver na TV da Vodafone). A utilização da App TV Vodafone é gratuita.

Uma nota geral: para os utilizadores de produtos da Apple é importante referir algo relativamente a estes produtos. Todos estão disponíveis através da App Store.

E, finalmente, a Apple TV

Como se sairá, então, em comparação a Apple TV com as restantes ofertas da operadora?

O argumento principal da mesma está, para além dos filmes, na integração de aplicações e jogos. Serão estes melhores do que aqueles oferecidos pelas operadoras de telecomunicações? A Apple TV é, de facto, um “must-have” para os aficionados da Apple, uma vez que permite aceder aos “sucessos de bilheteira” disponíveis no iTunes, assim como novos canais disponibilizados.
Em termos de aplicações, imagine que pode – por exemplo – instalar a app do Youtube e ver, na sua TV; os vídeos deste canal. O mesmo vale, por exemplo, para o Netflix. E mais, através do AirPlay, poderá “passar” os conteúdos dos outros dispositivos Apple para a TV. O sistema operativo é também próprio da Apple TV: o tvOS.

O preço é que pode variar. Se optar pela versão de 32GB paga 179€, mas se for para a de 64GB terá que desembolsar 229€. Para aprofundar, pode sempre ler este artigo que o iClub preparou.

Conclusões Finais

Para os aficionados da Apple (principalmente se já tem outros produtos da marca), a opção – de caras – é a Apple TV. Por duas grandes razões: pelo acesso que permite às opções que o iTunes apresenta e por permitir ligar vários dispositivos da marca à TV.

No entanto, se já for cliente de uma das operadoras acima referidas pode sempre experimentar o serviço (que normalmente não acarreta custos) e ver se – para as suas necessidades – o serviço se coaduna. Aliás, uma vez que às vezes os serviços oferecidos (por exemplo, em termos de filmes e séries) são diferentes, pode mesmo ter os dois serviços.

Fonte: iClub

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s