Apple cai para quinto lugar no mercado chinês de smartphones

O mercado chinês de smartphones tem uma oferta incrível. São centenas, se não mesmo milhares, de marcas que concorrem entre si. Fora desta cena estão marcas como a Apple e a Samsung, por exemplo, que tentam a todo o custo atrair os milhões de consumidores desse mercado. A Apple, que outrora fora já líder deste mercado, está a cair nas preferências e ocupa já o quinto lugar… mesmo que tenha conseguido um final de ano de recuperação.

Marcas locais como a Huawei ou a Xiaomi não estão a facilitar e, pelo meio, ainda há a Oppo que dá luta aos seus conterrâneos.

Os 43.8 milhões de iPhones que a Apple colocou no mercado chinês, em 2016, corresponderam a uma queda de 18,2% face ao que havia conseguido no ano anterior. Esta queda nas vendas levou a que a gigante de Cupertino aterrasse na quinta posição no que toca aos líderes de vendas, num dos maiores mercados mundiais.

Segundo a empresa de análise de mercado Canalys, a Apple acabou mesmo por ser eclipsada pela Xiaomi, pese o facto desta também ter perdido 21% no que toca a vendas face ao ano anterior. Mesmo assim, a Xiaomi conseguiu vender 51.4 milhões de smartphones em 2016.

 

Mas quem lidera o mercado de smartphones na China?

Não é surpresa que quem lidera este mercado é a Huawei, com 76.2 milhões de smartphones vendidos. Interessante sim é ver a Oppo posicionar-se no segundo lugar com 73.2 milhões e a Vivo ficar no último lugar do pódio com 63.2 milhões de unidades.

Os responsáveis da Apple sempre afirmaram que o mercado chinês era importantíssimo para aumentar as vendas da empresa e, nos anos anteriores, vimos que a China teve um papel preponderante em recordes de vendas e de lucro. Contudo, dado o preço do iPhone e dada a oferta de muitas marcas com Android, este mercado está a tornar-se numa luta constante.

Quando, no passado mês de janeiro, demos conta dos números da Apple a empresa notou já a perda de 8% nas vendas no mercado chinês.O CEO Tim Cook culpou em parte o valor da moeda, mas também comentou que é um mercado de desafios.

O Analista da Canalys Jessie Ding sugeriu que, como noutros lugares do mundo e em muitos outros mercados, muitos chineses podem contentar-se com iPhones mais antigos e aguardar o modelo que a Apple lançará no 10º aniversário, os chineses poderão estar à espera do “iPhone 8”, também conhecido como o “iPhone X.”

Este iPhone pode trazer novidades que se diferenciem dos que a Apple já lançou, trazendo um ecrã OLED, removendo mesmo o botão home tal como o conhecemos, mudando o tipo de chassi e oferecendo tecnologias que se esperam há muito, como carregamento rápido e sem fios. Não será tanto pelo poder do processador, visto que atualmente o iPhone 7 e iPhone 7Plus ainda são dos mais poderosos no segmento.

Marcas como a Huawei, Xiaomi e OPPO, estão já a trabalhar nos novos lançamentos e poderão aumentar a sua preponderância no mercado asiático sem que a Apple consiga responder, visto o novo iPhone apenas aparecer em setembro. A qualidade dos equipamentos chineses está já a captar a atenção dos consumidores um pouco por todo o mundo.

Fonte: pplware

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s